Quase Figura abre na Galeria Marília Razuk, na quinta-feira, às 19 horas

Este é um texto singelo que conta um pouco sobre a exposição Quase Figura. Uso para convidá-los para a abertura na quinta-feira, às 19h, na Galeria Marília Razuk.

mapa

A semana começou com trenas, martelos e marcadores de nível. Durante a montagem de uma exposição, impossível não agradecer quem estabeleceu as unidades de medidas e quem criou os aparelhos de mensuração. Depois que todos os artistas foram escolhidos, todos os problemas de transporte resolvidos e toda a infraestrutura checada, as questões dizem respeito à distância entre um trabalho e outro.

Desde o semestre passado bolo essa exposição. Quando fui convidado pela marchand para montar uma coletiva no novo espaço de sua galeria fiquei animado, não é uma tarefa que me deixa muito seguro, mas sempre eu aprendo.

É que nunca me pensei como curador e é algo que eu pelejo um pouco pra fazer direito. Todas as vezes em que emplaquei uma exposição, eu fui convidado. Aprendo a cada vez, mas sempre me penso como o rapaz da plateia convidado a participar do espetáculo. O ofício sempre me deixa muito satisfeito.

Como não raciocino como um montador de exposições, sempre tento fazer as opções mais simples. O meu olhar para montar a exposição é o mesmo ao visitar uma exposição. Ver trabalhos com individualidade e, se possível, mas só se possível, permitir que a relação entre uma obra e outra, um artista e outro, nos revele aspectos menos conhecidos de uma poética,. de um país, de um período histórico.

As escolhas, como disse antes, sempre são simples. Nesta exposição, resolvi trabalhar apenas com artistas do elenco da galeria. Como o trabalho de muitos artistas me interessava, resolvi trabalhar com muito poucos nomes e selecionei alguns pequenos grupos de três ou quatro para ver o que era possível fazer.

A combinação escolhida permitiu um número maior de relações no espaço. Eram artistas muito sólido, mas variados. Com identidade visual marcada, mas que, ao mesmo tempo, levantava muitas questões sobre a arte recente.

A princípio, a curadoria não tinha tema, era só a conversa entre bons artistas. Na medida em que simulava relações entre diferentes trabalhos, uma certa liquidez na discrição das imagens se tornava comum a todos os trabalhos. A figura sugeria algo reconhecível, mas logo depois desfazia. Fui encontrando isso ao acaso. Muitos dos trabalhos não guardam relação. é difícil, por exemplo, definir o que as esculturas e desenhos de grandes artistas como Cabelo e Paulo Monteiro têm em comum.

Mas ao serem colocados lado a lado, descobrimos coisas que talver os próprios artistas nunca tenham se atinado. Bem, isso é o mais legal de fazer exposições. Aprende-se como aprendemos ao ir muitas vezes na mesma mostra de artistas que gostamos. Nesta exposição, escolhi artistas que admiro muito. Por isso, sinto-me muito seguro para convidar todos vocês. Ficaria muito feliz de saber a opinião de todos.

Embaixo, segue o release e o convite on-line:

QUASE FIGURA
CURADORIA TIAGO MESQUITA 

Quase figuras é o nome da primeira exposição de 2011 que reunirá trabalhos de seis artistas do elenco da Galeria Marília Razuk: Cabelo, Fabio Miguez, Gustavo Rezende, Marina Weffort, Paulo Monteiro e Wagner Malta Tavares.A princípio a mostra não foi organizada por nenhum eixo temático e nenhum tema específico. Segundo o curador Tiago Mesquita, na medida em que ele procurava relações espaciais entre um trabalho e outro, certa indefinição da linha, do espaço ou até mesmo uma ambigüidade dos elementos utilizados foi revelado um aspecto comum. São lugares que não se revelam por inteiro, figuras que parecem estar a se desfazer ou nunca estiveram prontos.

Nesta coletiva Fabio Miguez apresenta fotografias mais recentes do conjunto iniciado nos anos 90 chamado ‘Á Deriva’, Cabelo uma escultura inédita, Paulo Monteiro pinturas à óleo e  esculturas em chumbo fundido, Marina Weffort um objeto novo da série de prateleiras, Gustavo Rezende uma serigrafia e Wagner Malta Tavares fotografias da série Nave e o vídeo “Uma diversão, um tormento, uma ocupação” mostrado em sua individual na Instituto Tomie Ohtake em 2010. A exposição ocupa as duas salas do novo espaço da Galeria Marília Razuk.

PS1:Aqui, vídeos do programa de improvisação audiovisual nos calçadões de Pouso Alegre

Um comentário sobre “Quase Figura abre na Galeria Marília Razuk, na quinta-feira, às 19 horas

  1. adorei o texto/depoimento singelo sobre um pouco da sua experiencia como curador, diante do convite, dos pregos e martelos etcss…
    sucesso!
    e essa foto do Wagão é demais.
    bjos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s