Campanha de barata tonta

Clique aqui, amplie, imprima e cole por aí (tirado de http://www.oesquema.com.br/trabalhosujo/)

Fontes nada petistas dizem por aí que a campanha tucana está 100% errada. Está mesmo,  além de todos erros cometidos ad nauseam por gente que parecem reformular tudo de acordo com a capa da última revista semanal, os estrategistas dessa campanha erraram na estratégia pesada de desqualificação do oponente nas redes sociais. Um exemplo disso é o mecanismo como o tal #Calabocadilma ganhou evidência.

Um quarto das mensagens do twitter são geradas por robôs que reproduzem uma só mensagem. Com esse mecanismo, 32% de todos os tweets enviados pelos usuários mais ativos do Twitter são gerados a partir de scripts/bots que postam mais de 150 mensagens por dia. É a mania do trending topic. Considerando que , levantamentos apontam que apenas um de cada 7 inscritos  colabora com conteúdo no Twitter, a participação dessas maquininhas se torna ainda mais relevante.

O que o PSDB fez: reproduziu o esquema deles de repetir a mensagem de seus porta-vozes por meio do twitter. A mensagem era retwitada milhares de vezes por robôs e assim ganhava espaço nos Trending Topics. Para isso até fakes como o do jogador Ronaldo foram usados. Além disso, uma apresentadora de TV ainda disse que twitteiros famosos estariam recebendo dinheiro para criticar a candidata do PT com a hashtag #Dilmafail.

Este tipo de campanha, obviamente não teve resultado nenhum. E assim que o Datafolha começou a apontar uma vitória com vantagem folgada de Dilma Roussef, a campanha que não tem reuniões e nem comícios tomou outro rumo.

Uma das peças dessa nova fase, foi a capa da revista Época, que se não bastasse requentar um notícia velha, ainda criou um ícone pop para uma candidata que até pouco só era conhecida como uma tecnocrata sisuda.  Tiro pela culatra é pouco. O Celso, do NPTO, escreveu um texto primoroso sobre a matéria.

Depois dessa, até o Estadão entrou em compasso de espera pela chegada da petista no poder. O desgaste já é tanto, que até as bancadas estaduais se assustam com a possibilidade de encolhimento. Complicado passou a ser o adjetivo mais comum ao lado de campanha tucana ou campanha de José Serra.  É lógico que o jogo ainda está longe de estar resolvido. O período mais quente começou hoje. Mas o cenário hoje é sombrio para o projeto oposicionista.

Espero que depois disso, os opositores do projeto petista (principalmente na imprensa) descubram que o melhor desgaste que um governo pode ter é com uma oposição que sabe o que quer. E com matérias que cobrem soluções políticas das coisas e não linchamento do adversário. Enquanto estiverem dispostos a caracterizar todos oponentes como ladrões, palhaços, burros etc., a oposição vai perder.  Os adesivos aí em cima, tirados no Alexandre Mathias e os links no Idelber mostram que, apesar da série de matérias relevantes que ainda são publicadas aqui e ali, a imprensa (e a oposição) se tornaram uma caricatura chiliquenta e irrelevante.

Aviso: E para a oposição, que ainda gosta de pintar o Lula como ignorante ou autoritário, vale muito escutar essas palavras dele sobre Vinícius de Morais, ontem em cerimônia no Itamaraty.

Não tem nada a ver com literatura, mas sobre uma consciência muito profunda do Brasil e uma compreensão íntima do que é democracia.  Vale a pena dar um play e escutar tudo.

30 comentários sobre “Campanha de barata tonta

  1. Ótimo texto, compacto e direto, acredito realmente que o problema não seja a oposição, desde que ela seja fundamentada por propostas e não pela simples tentativa de desqualificação infundada do adversário.

  2. Pessoal, e o pós-eleição? Uma oposição desqualificada e reduzida, uma imprensa falida, que só sabe esse jogo superficial ou mentiroso e um governo sem Lula. Novas batalhas e muitas das velhas ainda abertas…

  3. Eu vi o programa da Dilma há pouco e fiquei impressionado como tudo constratava com toda essa tentativa de estigmatizá-la como uma candidata sem brilho próprio ou uma “laranja eleitoral” como disse hoje o conselheiro tucano Merval Pereira. Claro que havia truques de edição obviamente forjados para seduzir o espectador, mas a impressão que me passou é que ela foi totalmente pega “off guard” e deixou transparecer sua sensibilidade, compaixão e real motivação para ser eleita. Ou então é uma excelente atriz. Não to dizendo que ela seja de fácil trato e tenha um bom humor a toda prova. Who cares? eu não vou trabalhar com ela. Se eu fosse, botaria isto na balança, mas como eleitor eu to tranquilo com meu voto. E vai ser um sinal de amadurecimento político para o país eleger a continuidade de um projeto, um candidato trabalhista que não possui os atributos carismáticos óbvios para ganhar a eleição. mais que eleger uma mulher, isso sim é um marco histórico.

  4. Outra coisa que atua contra uma virada do Serra é a dificuldade de arrecadar da campanha presidencial da oposição. Ouvi um boato, boato mesmo, sem nada comprovado, que o Alckmin arrecadou mais que o Serra até agora

  5. Tiago, há alguns dias apareceu uma notícia que um empresário tucano sumiu com o dinheiro do Caixa 2 do Serra. Agora, estão falando que houve uma “confusão” na contabilização dos recursos.

  6. Está dando gosto ver. Entre os apoiadores do Serra, o único satisfeito até o momento é o Sérgio Guerra, que continua insistindo que tudo vai bem!
    E o Aécio, hein, que promessa foi aquela que ele foi pagar no São Francisco? Acho que ele pediu que o Serra estivesse liquidado até a primeira metade de agosto. Daí não teve jeito, teve que pagar…

  7. No brimo Nassif,

    “A conversa de Sayad na TV Cultura”, entre os tópicos, cada uma pior do que o outro, existe essa pérola da inteligência tucana,

    “O presidente classificou de “ultrapassado” o programa “Ensaio”, dirigido e produzido por Fernando Faro, responsável pela maior parte da memória da música na TV brasileira;”

  8. já o programa da noite foi mais fraco, aquela musiquinha é horrorosa, ruim de doer.

  9. O Sérgio Guerra diz que vai tudo bem mas não coloca nem o nome do Serra e nem do Jarbas no material de campanha.

  10. Sabe o que eu acho pior pessoal, independente do programa eleitoral, é que a oposição não conseguiu ter um discurso ainda hoje sobre o que quer para o Brasil. Se houvesse uma imprensa de verdade, a pergunta iria ser essa: mas o que esses caras querem com o governo.

    O problema é que a imprensa também não sabe o que quer. Só sabe o que não quer: o PT no governo.

    Mesmo essa coisa deles irem atrás de modelos a cada segundo é um reflexo dessa falta de interesse em dialogar com parte da sociedade e de formar uma plataforma.

    Eu lembro que a Folha escrevia editoriais elogiosos aos governos Kirchner e Duhalde por causa dos calotes deles à dívida argentina. Até hoje os coitados tão juntando os caraminguás pra resolver o drama deles.

    O que me assusta nessa tucanada é que a toada deles já não é nem de uma nota só. É o silêncio total e uma ação governamental que sempre joga pra torcida. É a seleção de 2006. Não joga nada, mas sempre brilha na telinha.

  11. Não é só no material de campanha que o Guerra não coloca o nome do Serra; em sua aparição no horário eleitoral ontem à noite (o figura é candidato a deputado federal em Pernambuco), ele não falou em Serra, serrote, serrada nem nada… Dizem que o Serra ficou magoado.

  12. Acabei de ver o segundo debate dos presidenciáveis, e em minha opinião só o serra não conseguiu apresentar uma proposta política coerente. Acompanhei o debate junto aos comentarios do Nassif pelo twitcan e ele levantou essa bola, disse que a Dilma apresenta um discurso de continuar a partir do êxito do governo lula, a Marina surpreendentemente com um discurso mais descolado e claro propondo talvez algo além disso (melhorou muito em relação ao último debate, mas há que se discutir a forma ainda, sinceramente não tenho esse poder de julgamento) e o serra… não apresentou nada e por fim ficou como disse o Nassif preso em um paradigma o de não atacar Lula ou atacar Lula… – Farei duas vezes mais que no governo Lula – No governo Lula não foi feito nada, so corrupção etc… E, para não me estender muito, foi rídicula a escolha das perguntas dos internautas (provavelmente tinha muito mais perguntas que poderiam acrescentar mais ao debate) e a unica pergunta de jornalista que acrescentou alguma coisa foi a pergunta do Josias de Souza, haja visto que a pergunta para a Dilma foi se ela tinha se curado do cancer… O melhor, pude ver mais uma vez tudo pela internet.

  13. É realmente incrível. Qualquer dia aparece uma propaganda em que ele se despede com um “Vou-me já”.

  14. Sem salto alto, mas acho que já dá pra começar a pensar na chance de vitória no primeiro turno. Não é certa, mas dá pra chegar lá. Se não, tenta-se no segundo mesmo.

  15. galera do Guaci:

    encontraram o verdadeiro jingle de Serra na favela de plástico…

    e parece q não é a voz da Elba Ramalho não… 😉

    abs!!

  16. Meu coração diz pra irmos na ponta dos dedos nestes 40 longos dias. Tem golpe baixo, tem desgaste e tem Marina. Tô louco?

  17. Na boa, vendo essa da Miriam Leitão hoje (20/8/2010, “Lula e sua capitania hereditária (!?!?))”, entrei no “Cansei” (calma!), mas cansei dessa velha imprensa. Chega de “xingar muito no twitter”!

    Não tem que ter respeito e discutir ideia com essa galera, tem que falir essas famiglias. Ninguém dar entrevista, ou só falar impondo condições, campanha pra cancelar assinatura, exigir aumento de conteúdo e de gastos nos veículos públicos. Tô numa onda até de aumentar o tempo tomado do rádio e da TV (Voz do Brasil 6h por dia).

    Antes, fazer aquela do Requião: Vocês perderam a eleição DE NOVO!

    E esse PSDB tb, pqp!, esses (j)estores não sabem NADA de Brasil, detestam o Brasil, detestam democracia, não têm nenhum projeto, pensam nada condizente com o cenário que vivemos e são incompetentes de norte a sul.

    Pecado: a ira! 🙂

  18. E eis que no país do defunto autor e do defunto cachaçada surge agora o defunto candidato.
    Pena que, das qualidades em geral atribuídas a eles, os defuntos, a saber, feder e ficar quieto, falte ao morto a segunda e sobre muito da primeira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s