Sob a névoa da política

A resposta de Hugo Chavez às acusações do governo colombiano de que o governo venezuelano é conivente com as FARC e as abriga no seu lado da fronteira são a parte mais visível de um grande festival de diversionismo e oportunismo político em curso na América Latina. Numa coincidência regional curiosa, Colômbia, Venezuela e Brasil estiveram, estão ou estarão nesse mesmo ano em meio a corridas eleitorais importantes. Na Colômbia, Uribe conseguiu emplacar o seu sucessor José Manuel Santos; na Venezuela, as eleições  parlamentares acontecem em setembro, e grandes são as chances de que a oposição (de resto monstruosamente estúpida) consiga aumentar sua presença no congresso; e, nem preciso dizer, em outubro começa (ou termina, dependendo do otimismo do freguês) a corrida para ver quem conduizirá o Brasil nos anos pós-Lula.

Para Uribe e Santos, interessa agora posarem de conciliadores, e fingirem-se surpresos com a reação de Chavez às suas insinuações sobre a presença de tropas das FARC em território venezuelano. A presidência está garantida para Santos, que assume em 7 de agosto, garantindo a permanência do mesmo grupo político que conduziu de forma escandalosamente incompetente, apesar de todas as afirmações em contrário, o famigerado Plano Colômbia.

Interssou, e muito, a Uribe atribuir seu fracasso em resolver a guerra civil colombiana ao Equador e á Venezuela, que no seu entender abrigariam as FARC. É um segredo de polichinelo, que a mídia brasileira (preguiçosa, incompetente ou tendeciosa, em geral as três coisas) ignora solenemente: o Plano Colômbia é um completo fracasso. Já não fosse sua concepção inicial – o financiamento do combate à guerrilha disfarçado de combate ao narcotráfico, e com recursos vindos do mesmo país que, como todo mundo sabe, é o maior consumidor de drogas do mundo – a execução do PC sob Uribe foi desastrosa. Apenas as autoridades americanas responsáveis pelos repasses que devem chegar a 7.3 bilhões de dólares em ajuda principalmente militar e o próprio Álvaro Uribe acham que foi um sucesso. E grande parte de sua popularidade, da aprovação de seu governo e do sucesso em passar a presidência para Santos dependeram de convencer a população colombiana de que de fato o plano é eficiente e bem sucedido. Grande esperteza provocar tensões diplomáticas com o país vizinho cujo presidente é uma das maiores pedras no sapato dos EUA na região, trazendo benefícios políticos para si e para os seus financiadores.

A lista real dos fracassos do Plano Colômbia é enorme, e seria suficiente para acabar com o capital político de Uribe (fumigações criminosas de plantações de coca, repetidas violações de direitos humanos, uma aparente retomada dos índices de violência depois de uma queda expressiva, o que sugere que as ações de segurança pública foram todas de tipo repressivo, deslocamentos forçados de pessoas etc). Mas esse barulho na fronteira (e o recibo ineptamente passado por Chavez) servem como uma útil cortina de fumaça para o grupo político que não foi capaz de conduzir de forma eficiente a pacificação de um país que, como sempre repete Gabriel Garcia Márquez, está em guerra civil há mais de um século).

Chavez também tem sabido tirar proveito desse imbrólio. Apesar de seus sucessos em desmontar a hegemonia política da horripilante oligarquia de república das Bananas que (des)governou desde sempre a Venezuela, Chavez não parece ter grandes planos para impedir que o país caia em uma crise econômica profunda. O PIB venezuelano deve cair mais 3 a 6% esse ano, somada à queda de 3% no ano passado, e o país enfrenta inflação que bate nos 25% e pode chegar a 40%. Não resta dúvida de que, apesar de certa pirotecnia política com o tal do socialismo do século XXI e seu neo-bolivarianismo, as opções políticas de Chavez no continente são mais progressistas do que o capachismo incondicional das elites colombianas, que, junto com os chilenos, parecem sempre muito entusiasmados com a perspectiva de manter o sub-continente como quintal dos EUA, país que é hoje ele próprio um enorme deserto pós-industrial rodeado de estacionamentos de trailler transformados em favelas. Mas a ameaça de Chavez de suspender a venda de petróleo aos EUA mesmo que os venezuelanos tenham que “comer pedra” é, além de bravata, um gesto desesperado de recuperar sua força política.

E aqui no Brasil, esse não-assunto (o vínculo do PT com as FARC) tem se prestado à tentativa desesperada de Serra e de seu vice de fazer a mágica de crescer em ambiente saturado e, de quebra, fazer insinuações que só convencem ao eleitorado conservador de classe média, que já odeia o PT de qualquer jeito, e à imprensa estrangeira. Com essas insinuações, Serra reavivou a tática batizada de “risco Lula”, que agora já não é de caráter econômico, mas geo-político: a eleição de Dilma traria instabilidade ao continente. Até o equilibrado e sempre muito bom Valor Econômico rodou um editorial hoje contendo uma pérola de duplipensar orwelliano: “A posição brasileira [no conflito entre Colômbia e Venezuela] é evitar o confronto a todo custo, embora suas simpatias não estejam com o governo colombiano, e sim com Chávez, que não tem antagonismo ideológico com as FARC. O Brasil, sempre que pode, tem evitado condená-las.” Num giro não lá muito sofisticado, engrossa o coro dos que, por esperteza (ou estupidez) política têm insistido nas últimas semanas em associar o PT às FARC: uma ilação que só atinge e convence os leitores do OESP e da Veja. E o pessoal já devia ter entendido que essa imprensa não tem mais poder de influência sobre o voto para presidente no Brasil desde que Lula, um ano após o mensalão, passou seu rolo compressor político em cima de Geraldo Alckmin, colocando debaixo do braço (definitivamente, ao que tudo indica) uma massa de eleitores que, por inércia, sempre pertenceu à direita.

125 comentários sobre “Sob a névoa da política

  1. Não preciso nem falar que acho isso tudo um monte de besteiras escritas por uma pessoa de opiniões de esquerda.

    Chaves é um ditador e ponto final. Eleição na venezuela, onde segundo Lula, existe democracia até demais, é de fazer chorar. Eis o presidente de vocês! A Venezuela se encolhe cada vez mais.

    O PT assinou o documento do Foro de São Paulo junto as FARC e são compadres. O PT é bandido e todos sabem, mas não é traficante, ainda.

    Quanto a dizer que Lula passou o rolo compressor em cima do Alckmin, dá um tempo, vai lamber sabão! A eleição foi para o segundo turno, contrariando o que o idiota do presidente falou num comício, não se recorda? Tá certo que o Alckmin fez um monte de cagada e teve menos votos no segundo turno, mas isso não é nem nuca será rolo compressor.

    Rolo compressor é o FHC que ganhou dele, “o cara”, duas vezes no PRIMEIRO TURNO. Daí nasce todo seu amor e admiração ao ex-presidente, que claro, vocês odeiam.

  2. cesar poli, confere com cuidado os dados sobre 2006. veja não quantos, mas quais votos lula levou que não tinha. depois vc me conta.

    e o sobre o foro de são paulo eu não ouvia desde antes de o olavo de carvalho sumir do zero hora, e da imprensa em geral.

  3. Jay ótimo texto. Não sabia dos resultados do plano Colombia, bom saber. Aliás, esse tipo de diversionismo em torno do tema parece evitr questões importantes do país. Por exemplo, o financiamento das empresas que produzem inovação e mesmo as políticas de segurança pública e todo o resto. Aliás, inclusive questões mais científicas sobre a reordenação dos grupos sociais no Brasil pós-Lula.

    O bom do texto do Jay é que aponta pra questões fortes. Devia, por isso, afastar incautos que gostam de vir aqui apenas para reafirmar as suas opções eleitorais e seus ódios. Mas o sujeito volta e escreve o seu recortar e colar habitual. Aliás, recortar e colar que não vem de uma reflexão paciente em torno de uma leitura qualquer, mas de um oráculo. Para opinar sobre qualquer coisa, o incauto checa o que o seu oráculo disse e repete.

    Depois, nota que o oráculo também tem um comportamento previsível e o ecoa. O oráculo que segue ordens do patrão: a editora Abril. É contratado para repetir o arrazoado de lugares comuns que parecem fazer feliz o pensamento autoritário desde os primeiros anos da república. Ao publicar, o empresário deixa feliz aquele pessoal que acha Campos do Jordão fino.

    Mas a questão nem é essa, mas o sujeito não acompanha. Jay se pergunta, diante de informações: Será que valeu a pena o tal plano Colombia? Bem, se levarmos em consideração que a guerra civil não acabou, que o tráfico de pó está a toda (aliás, com cocaína barata pelo menos na Europa e América) e a democracia colombiana não avançou em respeito aos direitos civis básicos, parece que não. Isso, inclusive faz com que o governo Chavez afunde no que o caudilhismo tem de pior. Já que não se trata de um nós contra eles, ele se mantem com o nós. Mas nem a crítica ao Chavez o infeliz percebe.

    Fora isso, qualquer um, a esta latura do campeonato, sabe que o tal e-mail do cara da farc reclamava na falta de contato com os políticos brasileiros. Mas a fé é grande (ou a má fé), e não quer pensar diante de fatos novos. Então, a questão é entender, independente de quem você vota, será que essa estratégia do Serra não é furada? Mas o nosso bufão de estimação prefere amaldiçoar a pensar a questão. Deixa ele, agora, só torço pra que nos deixe também. Já conversei demais quem não está interessado em nada mais que afirmar o que leu no oráculo. Quando tiver argumento sobre a reflexão de quem escreve aqui converse, mas se for pra ficar dando gritinho histérico, fale sozinho

    Obrigado Jay

    PS: A estratégia do Fernando Henrique estava certa, a do Alckmin errada. O Lula errou da primeira vez ao desqualificar o real (o Cesar Benjamin parece o responsável pela cagada) e não demonstrou um programa alternativo ao FHC no segundo mandato. Sem contar que teve uma campanha miserável tanto nos apoios políticos como no financiamento. O Lula ganhou a sua primeira eleição quando teve programa, uma crise de emprego astronômica e alternativas factíveis.

    É disso que se trata aqui. Questões materiais, palpáveis. Não se trata de simpatia ou não, mas de pensar o que está sendo feito. Aqui ninguém está preocupado com sua batalha entre o bem e o mal. Se continuar com esse papo, vai procurar quem se interesse.

  4. rafa, o lauro sacou bem essa história do Índio da Costa: é negócio para o DEM pegar esse vácuo do PSDB, mesmo que a chapa perca as eleições. Sem essa carona providencial (e a contragosto, me parece), o partido afundava. O que o Índio faz é manter o eleitorado tradicional, e o mais ideológico, me parece (os partidos de direita no Brasil têm historicamente um eleitorado cativo por inércia também, um eleitor que temia vagamente a “desordem”, um apelo bem populista e ultra-paternalista), sob o feitiço conservador. Dá uma sacada nas cartas dos leitores do OESP. Vê um cara como o César Poli, que se fosse político seria um sub-Índio da Costa. É para essa fatia deplorável, e pequena, do eleitorado, que o DEM quer falar, para ver se se salva da extinção se garantindo nas eleições para o legislativo. Então a resposta é sim, é filha da putice oportunista e proposital.

  5. aproveitando, ouvi uma frase ótima ontem: “oportunista tem um monte, o que é mais raro e mais respeitável é um oportunista bem sucedido.”

  6. Todos os “do bem” se encontram em má situação após o cinismo deles não ter mais a repercursão que desejam. Aí ficam nessa de tentar tentar e tentar exporem e demosntrarem os “do mal”. Justifico a magnitude desse artigo com um brilhante contraponto e opinião sobre a titude do governo brasieliro. Posso dizer que chega à imparcialidade!

  7. Que BAITA texto. Gostaria de dizer mais, mas catando milho no iPhone so da para registrar a admiracao mesmo. Valeu, Jay.

  8. O Serra, o Troglodita de Direita, já declarou que o Uribe e o Plano Colômbia são “exemplares”!

  9. ” O PT é bandido e todos sabem, mas não é traficante, ainda.”
    Isso que você me conhece cara, e sabe que sou filiado. Até entendo que você tenha sua opção política, mas não custa NADA respeitar as pessoas. Se você acha que realmente estou trabalhando ou promovendo bandidagem, faça-me o favor, de uma próxima vez que nos virmos finja que sou parede.
    Boa noite

  10. muito bom o texto Jay. É impressionante como os propósitos eleitorais eximem as críticas a atuação colombiana. Uribe deu um golpe na constituição colombiana (sem plebiscito, como fez Chavez, Morales etc.) e nenhuma voz se levantou para falar deseus arroubos autoritários. Seu governo é baseado no prendo e arrebento e nada é falado.
    na falta do que falar sobre as políticas do Brasil, restou a esse pessoal elocubrar sobre uma ficção bizarra e completamente fantasiosa sobre a América Latina. São uma legião de Bentinhos buscando justificar a sua cornice na base de uma narrativa ressentida e patética em fantasia cosmopolita.
    Qdo se trata do autoritarismo conservador brasileiro, o Machado sempre vai ser atual

  11. Joaquim, seu texto é providencial. Me estimula a reiterar aqui o quanto Lula está certo ao classificar essa crise de “conflito verbal”. A crise é muito mais local colombiana do que regional. Há quem diga que Uribe e Santos se uniram para implodir de vez com a Venezuela, mas acredito mais na tese de que Uribe e seu sucessor lavaram roupa suja em público pela forma como Santos pretende conduzir a política externa da Colômbia, sobretudo no que se refere à vizinha.

    Uribe quis deixar claro, pra não ficarem dúvidas, que sua aliança com os EUA prevalece acima de tudo. Para isso, sentiu a necessidade de estampar o selo da discórdia com Caracas e o da lealdade incondicional aos EUA nesse momento de despedida. Santos, por outro lado, vai nomear como chanceler uma ex-embaixadora em Caracas, inimiga de Uribe. Essa nomeação irritou Uribe, que se contorce no trono ao saber que seu ex-ministro de Defesa, aquele que conduziu ações militares contra as Farc, pretende se aproximar de Chávez. Claro, o volume de negócios bilateral sofreu uma queda violenta nos últimos dois anos.

    Enfim, esse “conflito verbal” serve para distanciar-nos do verdadeiro problema colombiano, além de servir de alimento aos tucanos por tabela. As Farc são um problema da Colômbia e ponto. Agora, se escondo ou não seus membros em meu território, é uma questão ideológica. Por isso, o ex-padre Oliverio Medina, companheiro de Antônia (ainda?), o bode expiatório da Receita Federal no caso EJ, vive em nosso país.

    No mais, Uribe é o culpado de tudo. Abração em todos.

  12. A questão para mim é: quem me apresenta provas concretas, produzidas por fontes fidedignas, da presença de tropas das FARC na Venezuela com a anuência do governo? Como é que se pode sair discutindo o assunto – a partir de qualquer perspectiva política – como se o simples fato de um jornal qualquer ter noticiado que um oficial do governo colombiano disse que sim bastasse? Acho que oportunismo político é claro nesse caso, pelo menos até que as tais provas apareçam.
    E sobre a política externa brasileira, gostaria de lembrar aos defensores do alinhamento político e econômico com os Estados Unidos que olhem o que está acontecendo com o México desde a crise em Wall Street. O esforço do governo brasileiro de diluir ao máximo nossas relações comerciais entre vários países nos salvou do desastre econômico que enterra o México nesse momento, desastre do qual ele não poderá sair tão cedo por causa do completo atrelamento da economia mexicana à norte-americana. Isso sem falar em uma trágica guerra contra o narco-tráfico [não é coincidência que México e Colômbia tenham mais esse ponto em comum] que multiplica os desaparecimentos e os abusos contra civis dos dois lados sem chegar a nenhum resultado positivo.

  13. E tem uma questão concreta, pra seguir esse raciocínio demente da direitona que encerra o assunto pelo menos numa perspectiva militar: a FARC tá completamente desmobilizada, e nem tem lá muita força militar atualmente. Resumindo: nem nessa histeria de guerra servuiria de muita coisa como “apoiadores” de Chavez em um suposto conflito militar. Num se sustenta nem como paranoia. A questão pra FARC hoje é SOBREVIVER enquanto guerrilha.

  14. Ótimo, a unasul mediará o conflito (como deve ser). Pra acabar com o que é noticioso e besteirol, notem o que um insuspeito general colombiano disse à folha hoje:

    “Brasil é exemplo de como lidar com Farc”, diz general colombiano
    DA ENVIADA A SANTA MARTA E PALOMINO (COLÔMBIA)

    O general do Exército colombiano, Freddy Padilla de León, 61, chefe das Forças Armadas da Colômbia, evitou ontem fazer críticas diretas à vizinha Venezuela, e insistiu em que há cooperação militar mínima na fronteira apesar do rompimento das relações diplomáticas.
    O recado à Venezuela veio em forma de elogio ao Brasil. Disse que os militares brasileiros atuam rápido para capturar integrantes das Farc para não deixar a “erva daninha” crescer. “É o que queremos que todos façamos.”

    Folha – Com o anúncio da Venezuela de que suas Forças Armadas estão em “alerta máximo”, o que o sr. disse a seus homens?
    Freddy Padilla – O que pedi foi prudência, prudência. Somos países irmãos e não somos ricos a ponto de não dependermos da logística do outro na fronteira. Temos de identificar bem quem é o real inimigo: as Farc.

    Em maio foi preso em Manaus um integrante das Farc, e a polícia brasileira fala de uma rota de tráfico passando pela fronteira brasileira. É um problema crescente?
    Leu o “Pequeno Príncipe” [de Saint-Exupéry]? Pois o personagem morava sozinho num planeta e seu trabalho diário era detectar ervas daninhas. Era difícil, porque cresciam tão rápido que dominavam o planeta. O Brasil faz isso: encontra um [membro das Farc] e imediatamente o captura, de tal modo que não irá crescer. É o que queremos que todos façamos.

  15. Só completando um ponto pouco mencionado. Além das Farc, que é um problema, sim, e há muito se desviaram da vertente “revolucionária socialista”, há a questão dos paramilitares. O governo Uribe está vinculado até o pescoço com essa turma, que vem crescendo, com condencedência do presidente. O Congresso de antes e o recém-eleito está bastante contaminado por esses criminosos, que, como as Farc, matam, sequestram, traficam e criam milhares de refugiados. Apesar da presença dos EUA e de todo o aparato tecnológico-militar, pouco se atua com relação a isso, desviando sempre a questão para as Farc. Daí surge a questão ideológica, o que justifica o bravatismo de Chávez (usado de maneira equivocada para esconder seus problemas) de que o “império” quer derrubá-lo. E quer mesmo, vide as declarações de alguns congressistas americanos pedindo intervenção. Mas, a imprensa brasileira pouco fala disso, e esse terrorismo só é atribuído às Farc, perceberam?, nunca aos paramilitares. O Uribe, filho de um latifundiário assassino de sindicalistas, cumpre seu papel clássico de latino-americano vendido ao capital estrangeiro. Tem outra coisa que é o Santos, que, apesar de ser o sucessor, parece buscar uma certa independência de Uribe e essas declarações e denúncias, de resto, nada novas, foram feitas para minar essa independência e assegurar um espaço político para o próprio Uribe, sobretudo no campo judiciário, pois teme ser cusado de seus crimes vários (associação aos para, uso indevido de espionagem contra seus inimigos políticos etc). Não creio que o Santos seja capaz de mudar grandemente essa política, mas o fato de o Cano, das Farc, propor um diálogo, já é um avanço. A ver.

  16. Ah, quanto à “ditadura chavista”, sr. Poli, eleições são o parâmetro básico para medir isso. Sou bem crítico da política chavista e acho danosa e equivocada, mas ditadura não dá. Se tivesse mencinado a falta de independência do judiciário venezuelano, poderíamos começar a conversar. Mas não repetindo as fórmulas óbvias dos PIG.

  17. É um exagero dizer que a Colômbia seja hoje um país normal. Ou que o Plano Colômbia tenha sido um sucesso espetacular. As Farc hoje são mesmo muito menos numerosas e estão mais encurraladas, mas eu gostaria que você contasse para nós como isso foi feito.

    E larga mão de grosseria, ninguém aqui dá bola para provocação de valentão de internet. Aqui o negócio é aberto, para conversar. Truculência é em outro canto, aqui não.

  18. Pra quem fala de Rockville, a Colômbia pode ser um país normal, mas ainda é, o segundo maior produtor de cocaína do mundo (quase 40% da produção mundial) – http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI4514177-EI8140,00-Peru+tornouse+maior+produtor+mundial+de+coca+diz+ONU.html.

    Se a ação de desmantelar a Farc foi bem-sucedida, isso não afetou em nada os novos cartéis que dominam boa parte da economia colombiana com anuência das autoridades. Não é preciso guerrilha nas estradas pra prosperidade dos crimes.

    O número de extermínios cometidos pelas Forças de Segurança Colombianas é gigantesca (cerca de 2 mil por ano) e a impunidade entre esses assassinatos é de 98,5%, segundo pesquisa da Alstom. É uma das polícias mais volentas do mundo.

    Em fevereiro deste ano o Human Rights Watch As estimativas mais conservadoras, feitas pela polícia colombiana, apontam para que estes grupos tenham cerca de 4000 membros, espalhados por 24 dos 32 departamentos da Colômbia, mas apesar de alguns líderes destes grupos terem sido detidos tem-se verificado o recrutamento de muitos novos membros, adianta a Human Rights Watch. “Estão a actuar rapidamente para renovar a sua liderança e expandir as áreas de actuação.”

    Segundo a Human Rights Watch, em seu relatório “The New Face of Violence in Colombia” (http://www.hrw.org/en/reports/2010/02/03/paramilitaries-heirs-0 ) o número de grupos paramilitares cresceu entre 2004 e 2007. Em Medellín, no ano passado, por exemplo, dobrou o número de homicídios.

    A organização de direitos humanos considera que o governo falhou no desmantelamento dos grupos paramilitares e de crime organizado entre 2003 e 2006. Os grupos estão presentes em no mínimo 173 municípios em 24 dos 32 departmentos do país, segundo dados da polícia.

    A partir de 2008, os homicídios voltaram a crescer no país (http://www.wola.org/index.php?option=com_content&task=viewp&id=1134&Itemid=2) . Estudo do departamento de Estado Americano mostra que redes de grupos criminosos e gangues, os herdeiros diretos dos grupos paramilitares e também financiados pelo tráfico de drogas, estão crescendo rapidamente e têm feito a taxa de homicídios crescer em várias áreas importantes. Uma delas é a cidade de Medellín, aclamado por suas dramáticas reduções meados da década de 2000 no crime. Lá a taxa de homicídios dobrou de 2008 a 2009 – e em 2010 tem mostrado números piores. Assassinatos também estão crescendo, embora menos acentuadamente, em Bogotá .

    O Instituto Nacional de Medicina Legal y Ciencias Forenses deu sinal de alarme para o governo (que nega os dados) e de acordo com sua apuração o número de homicídios, depois de seis anos de declínio, voltou a subir atingindo a média de 2005.

    No ano passado, 286 mil pessoas foram expulsas das suas casas por causa dos conflitos de drogas, de acordo com a CODHES. Dados normais né?

    Cerca de 1 em cada 20 colombianos foram deslocadas. A população total (2,4 milhões) de pessoas que saíram de casa por causa de conflito na Colômbia é a segunda maior do mundo depois do Sudão.

    A Farc hoje é um grupo minoritário e só serve pro Uribe poder xingar o Chavez e pro PSDB ter alguma bandeira de campanha no Brasil. Os grandes grupos do crme na capital mundial da cocaína hoje são: os Urabeños, os Rastrojos, a ERPAC, os Paisas, os Machos, La Nueva Generación, o Magdalena Medio e o Renacer. Para os especialistas locais tais grupos são uma continuação das temidas forças paramilitares de direita da AUC.

    Fora isso, mesmo crescendo economicamente e melhorando alguns de seus índices de segurança a Colômbia é um dos três países que menos reduziu suas desigualdades na América Latina durante os anos 2000, atrás só de Guatemala, República Dominicana.

    E por que isso acontece? Por que a presença do estado nas áreas de conflito se traduz unicamente na presença da polícia armada. Os recursos fo Plano Colômbia só são reforçadas para as forças de segurança e repressão, estrada, saúde, professores, juízes ainda estão longe da realidade de 3/4 do país.

    E olha que os EUA já investiram US$7,3 bilhões no plano. Mesmo na violência, depois de 2005 e, depois do desmantelamento do ELN e do significativo esvaziamento das FARC, a queda da violência se mostra estável. Mesmo na otimista (e para muitos distorcida) medição do governo não houve mais queda significativa das mortes (http://justf.org/files/images/100702_homicides_large.png)

    Ao contrário do que disse o desinformado fake de Maryland, os paramilitares não têm mais unidade nacional, mas ainda controlam cidades importantes em três quartos do país e continuam matando e traficando tanto quanto em 2005. O bicho pega feio lá e o dinheiro investido por lá é severamente questionado justamente pela falta de sua eficácia.

  19. O texto fala que mesmo com alguns avanços o Plano Colômbia avançou no início e depois estacionou. E que a Colômbia ainda é um mercadão das drogas. Leia direito.

    Fake e mal educado, o sr que responde pelo nome falso de Lourival Pessanha (na verdade usuário do IP 69.139.153.108) está bloqueado de participar do blog por babaquice extrema e falta de respeito aos seus donos.

    Nem é bom tentar voltar, você será inclementemente apagado. Quer discordar, discorde. Quer ser contra, tudo bem, mas se partir para ofensa será apagado. Isso vale para outros usuários.

    Vai falar assim com quem te aguenta ou dentro do seu espaço. Aqui, não.

  20. Não entendo como vocês chegaram a conclusão que o Plano Colombia fracassou se tal plano conseguiu cortar os homicídios e a produção de coca pela metade.

    O ponto que vocês insistem em negar eh que o Plano Colombia foi um grande sucesso e o povo colombiano agradece a Uribe por te-lo implementado.

    Outro ponto que o Joaquim esquece eh que se existe uso eleitoreiro, quem o faz eh o Chavez já que as eleições na Colombia já se passaram. O Chavez, cujas politicas podem ser honestamente descritas como um fracasso retumbante e tem que lidar com a inflação mais alta, a pior violência da America do Sul e a pior recessão no continente, eh quem esta ate exumando cadaver para enganar os idiotas. 

    Quanto a agressividade de Uribe, Muito provavelmente eh uma bad cop good cop routine. Uribe esta soltando as denuncias para que Santos nao tenha que faze-lo. Lembre-se, Santos foi eleito pelos colombianos e ninguem odeia mais a FARC do que o povo colombiano, em particular, os pobres e índios que vivem com o medo de ter suas filhas seqüestradas como escravas sexuais e seus filhos forcados a pegar nos rifles aos 12, 13 anos (ou entao ter suas casas queimadas por serem “colaboradores”).

  21. Vando,

    Acho que os colombianos temem a violência para-estatal em geral, assim como a própria violência do Estado colombiano. Uribe fica muito mal nos relatórios da Human Rights Watch, como disse o Lauro (recomendo muito a leitura dos links que ele colocou alguns comentários acima). Uribe preocupou-se muito menos com a desmobilização dos grupos paramilitares (todos com ligações conhecidas com o narcotráfico) do que com a guerra total contras as Farc. Então temos que pensar em termos não apenas de derrotas militares impostas a um dos grupos para-estatais, mas de pacificação real e de conquista mesmo de hegemonia (e “monopólio da violência”) pelo governo colombiano em seu território. Isso não ocorreu. A escolha de Uribe parece ter sido aproveitar a carona da guerra ao terror e escolher os seus vencedores na guerra civil (ou quase isso) que assola o país.

    Vale acrescentar que os tais comboios nas estradas, com tanques protegendo carros, caminhões e ônibus, foram uma estratégia midiática do início do Plano Colômbia – tão eficaz como medida de combate à violência quanto os “políginos de segurança” (uma viatura velha vazia sob um toldo de praia) do governo carioca.

    Pairam sobre Uribe e Santos acusações sérias de vínculo com o crime organizado e de fraude eleitoral. Os supostamente desmobilizados paramilitares teriam sido estratégicos em pressionar a população nos locais de votação para que elegessem Santos. São acusações sem investigação e sem provas, mas bastante sérias. O que se sabe é que Santos era sócio da empresa baseada na Inglaterra responsável pela organização das eleições colombianas. Há aí, no mínimo, uma incompatibilidade de interesses.

    O líder máximo do grupo paramilitar Autodefesa Unidas de Colombia (AUC) escreveu uma longa carta uns anos atrás na qual tece elogios empolgadíssimos ao embaixador americano na Colômbia, e na qual declara sua intenção de abandonar as atividades militares e contribuir para a paz na colômbia. Dá para imaginar o tipo de conversa que precedeu a essa carta? Uribe, Rodrigo Tovar Pupo, aka Jorge 40, e o embaixador americano Brownfield.

  22. Vando, infelizmente acho que você não entendeu mesmo a argumentação. O que é falado aqui tem mais a ver com o pós-eleitoral do que com uma campanha por votos. Concordo com você quando diz que Chavez usa esse conflito eleitoralmente, mas Uribe utiliza ele politicamente. O Plano Colômbia tem sido questionado internacionalmente por causa de sua pouca efetividade de 2005 pra cá.

    O custo é altíssimo e a efetividade do Plano não é mesmo grandes coisas. Fora isso, o combate às drogas perdeu o apelo depois do terrorismo, por isso faz sentido jogar o foco em direção às Farc, que precisaria de um peteleco para acabar. Inclusive, a persistência do grupo militar é só mais uma prova da ineficiência (ou conveniência) do tal plano. O discurso vem agora por que se viesse durante às eleições seriam muitos os questionamentos.

    Assim como fez a Al Qaeda, a dissolução da AUC foi um teatro para campanha eleitoral de Uribe e para as atividades anti-drogas do governo americano. O grupo não foi desmantelado de fato e se reestruturou em uma extensa rede de pequenos grupos paramilitares que continua em guerra e que continua com fortes ligações com o tráfico de drogas.

    A violência continua e a verba toda que é investida no Plano Colômbia e atal presença do Estado não combate o central: pensar novas saídas econômicas para que o povo colombiano não dependa da economia gerada pelo tráfico de drogas. Enquanto o país não combater a desigualdade e não investir no mercado interno, os resultados – mesmo com bilhões por ano – continuarão a ser bem pouco eficazes.

    Por que Uribe apela às Farc e compra briga com o grande satã latino-americano (pelo menos aos olhos de um republicano médio do estado de Nevada, por exemplo)? Pra ressaltar a importância dos investimentos do Plano Colômbia. E para manter as coisas exatamente como ele deixou, manter seu grupo no poder e no controle desse orçamento bilionário. Não fosse assim, Santos e o chefe das Forças Armadas da Colômbia não estariam fazendo papel de intermediários, a eles também interessa esse jogo, mas agora é hora de medir forças sobre quem terá o controle.

  23. Também acho que a questão é de controle. Neste sentido, o país ainda não está nas mãso do estado. Acho que é importante desmobilizar as farc, mas elas não são nem a origem de todo o mal e não controlam (nunca controlaram, já que cobravam pedágio, garantiam o plantio e distribuição, mas não produziam) de 10% a 15% do tráfico. Aliás, embora eu não conheça nenhuma elemento que possa aproximar o Uribe do tráfico, ele fez vista grossa com diversos outros grupos.
    Outra coisa, todas as medidas antidemocráticas do Chavez foram realizadas pelo Uribe. Todas, sem exceção. Da aprovação da reeleição à censura. Fora o prendo e arrebento.
    Por fim, What’s the Matter with Kansas?

  24. Justamente: o Santos só foi candidato porque o Uribe não conseguiu passar sua proposta de revisão da constituição para garantir a ele a possibilidade de disputar um 3o mandato. É ponto a favor dele que não tenha alegado “estado de guerra” para justificar a alteração.

    Imagino como reagiria o Kansas, Baltimore e Higienópolis se Uribe tivesse conseguido passar a alteração na constituição.

  25. O ‘Vando’ também é fake, troll e agora oficialmente spam. Me orgulha muito que nós tenhamos disposição para responder com sinceridade e atenção e depois receber malcriações em troca. Só na internet que dá para a gente se comportar de maneira tão educada.

  26. Vando é o nome do celular do Lourival. E ele também está bloqueado tb. Bloqueie vc também. Não dê a ração de ódio que os trolls gostam tanto.

    Outra coisa, insiste em não argumentar e em recorrer ao argumento de autoridade em que cabe tudo, o “meninos, eu vi”. Já que gosta tanto, sai de Wichita ou de Maryland e se manda pra Medellin. Aqui, não, por favor.

  27. Pra que falar assim? Por que não assinar com o próprio nome? O que se ganha por isso? O que a faculdade de filosofia da USP tem a ver com isso? Eu ainda tenho alguma relação com a instituição?

  28. Olá, só para dizer da excelência do post e de muitos dos comentários que propiciaram, pelo menos para mim, um maior conhecimento de detalhes da situação na Colômbia, particularmente. Parabéns a todos.

    Agora, se me permitem, gostaria de deixar uma pergunta (a relação com o que aqui vem sendo discutido é transversal), pergunta essa que vem me atazanando há tempo: na eventualidade da liberação de todas (TODAS) as drogas, que teria que ser em termos de um acordo internacional, diminuiria o poder do crime organizado, dos grupos paramilitares, etc. Ou estes grupos se organizariam em torno de outras “mercadorias”? Por que a pergunta? Porque entendo como uma hipocrisia geral a questão da proibição e do tipo de combate que vem sendo feito (já analisado com primor aqui mesmo pelos comentários postados). Os problemas da produção, distribuição e consumo afetam inúmeros países no mundo todo, com todas as consequências desagregadoras que conhecemos. Por que continua a proibição? Quem ganha?
    Abraço a todos.
    Marilda

  29. Lendo as intervenções do Vando/Lourival sobre como o Uribe é amado, me lembrei de um modelo do Mancur Olson para o surgimento do estado.
    Seria mais ou menos o seguinte:

    No princípio, sem estado, uma determinada sociedade é recorrentemente espoliada pela bandidagem. Tudo na barbárie, sem limites. O cara chega, mata todo mundo, rouba e vai embora.

    Depois, chega um sujeito que monopoliza ou roubo em uma determinada região. É o ladrão estacionário. Ele termina tendo interesse no incremento na produção até determinado nível, o que vai gerar uma maior base para ser roubada. Ele também não vai deixar ninguém roubar base sobre o qual o roubo dele vai incidir, porque ele também perderá, em última instância, e acaba fornecendo proteção a esta sociedade contra outros ladrões eventuais ou estacionários. O roubo agora poderia se chamar proteção ou tributo.

    Depois de um certo tempo, um grupo pode substituir ao ladrão. O grupo vai ter mais interesse direto na produção daquela sociedade, porque faz parte dela. Se o grupo no poder aumenta, aumenta também o interesse na geração de riqueza.

    Agora, seguindo esse modelo, sem dúvida, os caras que estavam submetidos a uma área de influência das FARC estavam no pior dos mundos: estavam sujeitos a uma espécie monopólio duplo em um país em que o ladrão original não conseguia manter exclusividade sobre sua base de arrecadação, mas arrecadava ainda assim. Eram espoliados pela guerrilha e pelo governo colombiano (que historicamente não representa um grupo numeroso da sociedade). Isso também vai se refletir na riqueza do país, em geral, que vai ter que conviver com os limites gerados pela incerteza do alcance do poder da bandidagem.

    Assim, eu acho perfeitamente compreensível que Uribe tenha ganhado popularidade com o combate às FARC. Mesmo porque, os 7 bi não eram dinheiro dos colombianos mesmo.

  30. Marilda,

    Eu não tenho muita resposta às suas perguntas. O que eu tenho visto é que muita gente, da imprensa de esquerda à The Economist, tem afirmado que as atuais políticas antidrogas, focadas na repressão ao consumo e ao pequeno tráfico, é cara, ineficiente e resulta, entre outras coisas, na estigmatização de determinados grupos sociais. O Plano Colômbia é pensado supostamente para agir na base do problema, na produção. Mas são bastante recorrentes as denúncias de desvio de função dos recursos (empresas de fachada, de propriedade de altos integrantes do narcotráfico, que recebem recursos destinados a camponeses que quiserem parar de produzir coca e produzir outra coisa, como óleo de palma). Então, como a guerra na fonteira México-EUA não cansa de mostrar, nem mesmo essa estratégia tem surtido efeito. A produção e o grande tráfico continuam à toda. Desenrolar o complexo negócio multi-bilionário do tráfico de drogas é uma tarefa, me parece, impossível. Talvez o exemplo do fim da proibição do álcool nos EUA ajude a pensar esse problema.
    Eu imagino, também, que o crime organizado vai existir enquanto houver seres humanos. Eu tendo a acreditar que ele é o avesso, o lado sombrio mas inescapável de toda sociedade minimamente complexa. Mas isso é só uma opinião.

    Carlinhos, o Charles Tilly tem um artigo muito legal comparando, estrutural e historicamente, a guerra e a formação de estados ao crime organizado (todos são “protection rackets” chantagem por proteção). Vale a pena ler: http://www.jesusradicals.com/wp-content/uploads/warmaking.pdf

  31. Valeu, Jay.
    Parece a mesma idéia, com a diferença de ser mais contextualizada historicamente e sem economês.
    Vou ler.
    abs.

  32. Carlinhos, gosto muito dessa discussão. E ela aconteceu sobretudo para explicar as populações asiáticas. O período que antecede a situação de estado, baseado em cidades fortaleza, segundo o Coulanges, pelo menos na Mesopotamia, é de convivência entre populações com um padrão de vida do paleolítico e um grupo sedentário e parcialmente agrícola do neolítico. Aliás, segundo o Toynbee, o estabelecimento de um espaço fixo começa pela criação de cemitérios.

    Não conheço isso pela economia, mas pela historiografia (sobretudo a ultrapassada mas divertida história das civilizações).

    Nunca li o Olson na minha vida, mas na historiografia, sobretudo na historiografia mais tradicional, eles utilizam o modelo do guerreiro nômade que se sedentariza no neolítico e passa a organizar a caça e a proteção de forma militar. Melhor, os dois grupos passam a estabelecer trocas. O grupo tribal oferece sua produção agrícola e de coleta, os guerreiros oferecem proteção contra outros grupos e animais selvagens. As cidades vão se militarizando e se tornam fortalezas (tudo em quadro muito esquemático sem as sutilezas geográficas e arqueológicas do argumento)

    O Wittfogel diz que se antes essses grupos apontavam as suas armas para o exterior, no período seguinte apontam pros próprios moradores das aldeias. As evidências arquológicas, apresentadas pela Gwedolyn Leick, são incontestáveis neste aspecto. A cidade vai ganhando outra fisionomia e a tecnologia (já naquela época) torna-se voltada pra guerra.

    O curioso é que historiadores bem caretas como os próprios Toynbee e Fustel de Coulanges rejeitam esse modelo de explicação como um modelo universal. Dizem que ele ajuda a explicar determinadas situações, sobretudo na costa norte do Egito (populações Gerzeh) e na Mesopotamia. Mas quando eles vão explicar o surgimento da Pólis grega, acham que o modelo não da conta. Aí embarcam na do Aristóteles, como se aquilo fosse um modelo oriental, dos egípcios e da Mesopotamia e dos historiadores antigos, que explicam o surgimento da cidade como um refúgio sobre a montanha devido a hostilidade de grupos estrangeiros a eles.

    Eu não sei direito, mas o mito de fundação de Atenas, e mesmo as condições climáticas mais favoráveis parece dar razão a eles. As poucas evidências das sociedades aldeãs da Heleiade anteriores ao surgimento das cidades-estado mais importantes confirmam esta hipótese. O pessoal da Nova História francesa, por exemplo, apesar das críticas, reafirma que foi um padrão distinto de formação do estado que o usado para explicar o surgimento da Babilônia.

    Não sei em que pé a discussão está hoje. Alguém sabe ou pode me indicar alguma coisa?

  33. Cara, a proposta do Olson é outra. Não existe intenção dar uma descrição exata sobre o que ocorreu na história.

    O caso foi que ele resolveu trabalhar com um modelo de surgimento do estado que fosse útil para explicar certo tipo de relações que ele estava a fim de analisar. É mais ou menos a mesma coisa que se faz com a idéia de contrato social, mas ele substituiu o contrato pela expoliação/domínio. É mais teoria política do que história.

  34. Entendi. É um modelo lógico mais ou menos ao modo do Hobbes?

    Pôxa, fiquei bem interessado. Isso é algo que eu sinto, cada vez mais, vontade de aprender. Valeu Carlinhos.

  35. O livro mais famoso está quase inteiro no google books (não sei vc, mas eu não consigo ler nada no google books, preciso rabiscar):

    http://books.google.com.br/books?hl=pt-BR&lr=&id=jzTeOLtf7_wC&oi=fnd&pg=PA1&dq=mancur+olson&ots=5DPthIEVTe&sig=eJzTmfhYGDZMDppTPSUXrppnvzs#v=onepage&q&f=true

    Aquilo que eu falei, não achei de graça na internet, mas tem neste livro:

    http://www.livrariacultura.com.br/scripts/cultura/resenha/resenha.asp?nitem=1292988&sid=12354422412720474225599025&k5=22869EAB&uid=

    E neste artigo:

    http://www.jstor.org/pss/2938736

    Esse pessoal da JSTOR cobra 10 bucks por download, mas para universidade que assina é de graça.

  36. Joaquim, boa tarde, obrigada pela atenção da resposta. Penso que tentar resolver esse nó do crime organizado face à produção e ao comércio das drogas, que foram colocadas como ilícitas, tenderia a romper com os impasses que vêm desde o início do século passado, quando passa a ocorrer a criminalização de determinadas substâncias.

    Vou ler o texto que você indicou para o Carlinhos, comparando a guerra e a formação de estados ao crime organizado.

    Carlinhos : como o Tiago, tenho interesse nessa discussão sobre a formação de estados. Tenho algum conhecimento sobre a formação dos chamados estados modernos, mas não conhecia essa hipótese lógica do Olson.

    Como sempre, aprende-se em um blog como esse no qual todos, os donos do pedaço e os que comentam, estão preocupados com um debate civilizado. Deixemos os trolls (?) falando sozinhos.
    Abraço a todos.

  37. A gente que agradece, Marilda. Blog é como boteco da esquina: às vezes pinta um bêbado chato, mas ainda assim a gente não desiste de frequentar com os amigos e se divertir jogando conversa fora.

  38. Não sou eu e nem é o MAG que falaram isso, mas o Jimenez na Folha. E como eu disse, a solução vira pela a Unasul
    http://www1.folha.uol.com.br/mundo/779744-lula-foi-essencial-na-mediacao-da-crise-com-venezuela-diz-embaixador-colombiano.shtml

    “Lula foi essencial na mediação da crise com Venezuela, diz embaixador colombiano”

    O embaixador colombiano em Buenos Aires (Argentina), Álvaro García Jiménez, disse neste domingo que a intervenção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi fundamental em busca de uma solução ao conflito diplomático entre a Colômbia e a Venezuela.

    Jiménez disse à emissora Rádio 10, de Buenos Aires, que Lula “serviu como ponte para resolver as diferenças” entre os dois países vizinhos.

    A crise entre Bogotá e Caracas teve origem no dia 22 de julho, quando o representante colombiano na OEA (Organização dos Estados Americanos), Luis Alfonso Hoyos, disse que a Venezuela dava refúgio a líderes das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) e do Exército de Libertação Nacional (ELN) em seu território. Horas depois, Chávez rompeu relações diplomáticas com Bogotá e reforçou a segurança na fronteira.

    Jiménez elogiou ainda o trabalho “sério e silencioso, com muito bom ânimo” do secretário-geral da União de Nações Sul-Americanas (Unasul), o ex-presidente da Argentina Néstor Kirchner, acrescentando que ele foi entusiasta e criativo para aproximar as partes.

    Tanto Kirchner quanto Lula mantiveram uma reunião com o presidente venezuelano em Caracas, antes de assistir no sábado à posse de Juan Manuel Santos como novo presidente colombiano. Antes da cerimônia, afirmava-se que o brasileiro levaria uma proposta do venezuelano a Santos.

    Para uma certa decepção de Lula e vários dos líderes regionais presentes, que passaram as últimas semanas oferecendo-se para mediar a crise, Santos foi categórico ao dizer que prefere o diálogo direto.

    “E que o diálogo ocorra o antes possível, que seja um diálogo com respeito, e de firmeza contra a criminalidade”, afirmou.

    Segundo o embaixador Jiménez, “Chávez escutou o que foi dito por Santos no dia da posse e está disposto a dialogar, portanto, tudo indica que haverá boas notícias”.

  39. Acho que a agora não tem dúvida. A oposição do Brasil é essa:

    http://www.itamaraty.gov.br/sala-de-imprensa/selecao-diaria-de-noticias/midias-nacionais/brasil/valor-economico/2010/08/09/esta-na-hora-de-o-mercosul-ter-metas-diz-celso

    Valor: A questão direitos humanos ganhou fôlego por que…

    Amorim: Porque é misto de má fé e ignorância. Ignorância porque não sabem como as coisas correm na realidade da vida, que países aliados militares de outros ficam totalmente isentos. Não vou dar exemplos, não quero romper relações diplomáticas, mas todo mundo sabe disso. Falei há pouco de Guantánamo porque até o presidente Obama falou; e os países cujos serviços de inteligência foram usados para levar presos, isso está noticiado. Não queremos dar refresco para nenhum país, queremos uma maneira que melhore, não para que os que tem complexo de culpa possam botar diploma na parede e dizer: condenei, e não mudar nada. O que me choca é a falta de interesse em melhorar de fato a situação de direitos humanos.

    Valor: Mas Cuba e Irã são dois países onde…

    Amorim; A mídia está totalmente errada ao dizer que o Brasil apoia o Irã. O Brasil não apoia o Irã. O Brasil apoia a paz, procurou um acordo proposto pelos países ocidentais em relação a energia nuclear, evitar armas nucleares.

    Valor: Mas o presidente Lula faz declarações de apoio aos países, como quando compara oposição iraniana à torcida de futebol, diz ser avacalhação intervir por uma condenada à morte por adultério, diz que pode abrigá-la se ela estiver incomodando…

    Amorim: Estamos trabalhando pelos direitos humanos, mas nossa maneira de agir é diferente de outros que fazem da hipocrisia sua maneira de principal instrumento. Condenam publicamente e financiam privadamente, em muitos casos.

    Valor: Especialistas dizem que o Brasil emite sinais ambíguos, dá impressão de ser advogado dos interesses iranianos…

    Amorim: Isso é imaginação, invenção das pessoas. Peguem os comentários feitos pelo Brasil sobre as exposições iranianas no Conselho de Direitos Humanos e verão que há muitas críticas e recomendações. Está disponível.

    Valor: Pode citar algumas?

    Amorim: Várias: condenação à pena de morte para menores, sobre a situação da mulher. Agora, o Irã, com todos os defeitos, convidou a alta comissária de Direitos Humanos para ir lá, e ela não foi até agora, deve sofrer pressão de alguém para não ir. Não propomos refresco para ninguém. Os métodos tradicionais não funcionam, precisamos encontrar métodos eficazes, e entre eles existe a maneira como implementar as recomendações dessa revisão universal. Isso não é notícia nova sequer, há uma fabricação com objetivos políticos, no noticiário.

    Valor: Não só os jornais, as ONGs também se queixam do Brasil….

    Amorim: As ONGs estão em sua missão de fiscalizar, como as de meio ambiente, que falam coisas que a gente não concorda, depois nos elogiam. A maneira como encaramos o processo, essa ideia da revisão periódica universal, eu defendi em Genebra, no governo FHC, justamente porque se pretendia tratar com isonomia, não permitir a politização, porque países entravam e outros não.

  40. Vamos acabar com esse programa oficial de compra de votos, o “Bolsa Esmola”.
    Fora Sapo Barbudo e fora Cuca.
    Esse discursinho pro proletariado esconde um dos maiores esquemas de assalto e desvio de dinheiro dos cofres publicos.
    A maioria dos contratos de fornecimento para o governo e suas estatais ja estao carimbados.

  41. I think that everythng said was very logical. But, consijder
    this, what if you added a little content? I mean, I don’t wish to
    tell you how to ruun your blog, but suppose you added something that
    makes people wajt more? I mean Sob a névoa da
    política | O blog do Guaciara is kida plain. Youu should peek
    at Yahoo’s front page and see how they create article headlines to get viewers interested.

    You might add a reelated video or a picture or two to get people interested about what you’ve got to
    say. In my opinion,it would bring ypur posts a
    little livelier.

  42. It is the best time to make some plans for the long run and it’s time to be happy.
    I’ve read this publish and if I may just I wish to recommend you few ineresting issues or tips.

    Perhaps you could write subsequent articles referring to thhis article.
    I wish to rrad more things approximately it!

  43. Lean meats that are organically raised are preferable.
    Comparing Organic, Free-Range and Commercial Chickens.
    Just recently I saw a little Facebook Sat-Fat-Fear-Mongering on the part of an excellent Paleo-oriented gym.

  44. hey there and thank you for your information – I’ve certainly picked up anything new from right here.
    I did however expertise some technical issues using this site, as I experienced to reload the site many times previous to I could get it to load properly.
    I had been wondering if your web hosting is OK? Not that I’m complaining,
    but sluggish loading instances times will very frequently affect your placement
    in google and could damage your high-quality score if ads and marketing with Adwords.
    Well I’m adding this RSS to my e-mail and could look out for much more of your respective exciting content.
    Make sure you update this again soon.

  45. Hey there are using WordPress for your boog platform? I’m new
    to the blog world bbut I’m trying to get started and set up my own. Do you need any html
    cooding expertise to mawke your own blog? Any help would be really
    appreciated!

  46. When I originally left a comment I seem to have clicked the -Notify me when new comments
    are added- checkbox and now each time a comment is added I recieve four emails with the same comment.
    Perhaps there is an easy method you are able to remove me
    from that service? Thank you!

  47. First off I want to say superb blog! I had a quick question which I’d
    like to ask if you don’t mind. I was curious to find out how you center yourself and
    clear your thoughts prior to writing. I’ve had a difficult time
    clearing my thoughts in getting my ideas out there.
    I do enjoy writing however it just seems like the first 10 to 15 minutes are usually lost
    just trying to figure out how to begin. Any ideas or tips?

    Appreciate it!

  48. Hi there mates, its great post on the topic of tutoringand fully explained, keep it up
    all the time.

  49. Every weekend i used to pay a quick visit this site, because i want enjoyment, for the reason that this this web site conations genuinely
    good funny stuff too.

  50. Hello there! This is kind of off topic but I need some advice from an established blog.
    Is it very difficult to set up your own blog? I’m not very techincal but
    I can figure things out pretty fast. I’m thinking about
    making my own but I’m not sure where to begin.

    Do you have any points or suggestions? With thanks

  51. Helpful information. Lucky me I found your site unintentionally, and I’m shocked why this twist of fate didn’t happened in advance!
    I bookmarked it.

  52. My partner and I stumbled over here by a different website and thought I might check things out.
    I like what I see so now i’m following you. Look forward to finding out about your web
    page for a second time.

  53. s password, then try to sign in to your Windows system and
    reset the forgotten windows password. Sometimes when you reduce
    the risk of your portfolio, your return can actually go up.
    *A Quick Tip: If you are waiting for something really
    important cross reference this with your electronic calendar.

  54. This game is played like a game of horseshoes with points
    awarded for closest to the target and the pretzel hole around the pole.
    That means if you bet on 1,000 races and won 33% of your bets you would have wagered $2 to win on each race for a total of $2,
    000. The products were in demand ten years ago and will continue to be needed in years
    to come. Currently, players can only invite players on their current realm into a group to join the Dungeon Finder,
    which only groups together players on the same battlegroup (a group of individual servers).
    1926: The Rowland Hazard Story—Obfuscated by Belated Haggling
    about Dates. The racing itself is housed in a separate app that you can chat in. Text looks distinct
    and luminous, and Pages twist with a imping.

  55. Nice blog! Is your theme custom made or did you download it from somewhere?
    A design like yours with a few simple tweeks would really
    make my blog shine. Please let me know where you got your theme.
    Thanks

  56. gucci bags 2015
    Woah! I’m really digging the template/theme of this blog.
    It’s simple, yet effective. A lot of times it’s hard to get that
    “perfect balance” between usability and visual appearance.

    I must say that you’ve done a amazing job with this.
    In addition, the blog loads extremely quick for me on Safari.
    Outstanding Blog!

  57. Often we hear experts in the media that report some stock is going to soar and now may be
    the time to purchase. She invites that you visit her site where
    she’s going to share a proven way to start an web business.
    ” The company sees innovation as among its core organizational competencies.

  58. Thank you for some other excellent post. The place else may just anybody get that kind of information in such an ideal means of writing?
    I have a presentation next week, and I am at the look for such
    information.

  59. It’s a pity you don’t have a donate button! I’d definitely donate to this fantastic blog!
    I suppose for now i’ll settle for bookmarking and adding your RSS
    feed to my Google account. I look forward to brand new updates and will share
    this blog with my Facebook group. Chat soon!

  60. It also includes other features like disk defragmentation, data encryption and
    privacy protection, as well as several tweaks that
    allow for faster shutdowns and booting. While there are
    plenty of people out there who are pointing out that
    Bitcoin will offer strong competition for the likes of Pay – Pal,
    Western Union, and even Visa, this kind of statement misses the point.
    There are various complicated economic considerations of
    how much new money is minted by the central banks and
    introduced into the system. Once you reach the payment threshold, you
    get paid.

  61. Wow, wonderful blog layout! How long have you been blogging for?
    you made blogging look easy. The overall look of your web site is wonderful,
    as well as the content!

  62. Hi there! This is kind of off topic but I need some
    advice from an established blog. Is it hard to
    set up your own blog? I’m not very techincal but I can figure things out pretty fast.

    I’m thinking about setting up my own but I’m not sure where to begin. Do you have any
    ideas or suggestions? Thanks

  63. What’s up to every , as I am genuinely keen of
    reading this webpage’s post to be updated on a regular basis.
    It includes nice stuff.

  64. Hi just wanted to give you a brief heads up and let you know a feew
    of the pictures aren’t loading correctly. I’m not sure why but I think its a linking
    issue. I’ve tried it in two different browsers aand both sho the same outcome.

  65. Hello, I think your website might be having browser compatibility issues.
    When I look at your blog site in Opera, it looks fine but when opening in Internet Explorer, it has some overlapping.
    I just wanted to give you a quick heads up! Other then that, terrific
    blog!

  66. Congrats! Here is the reward code: YWMDD10.

    You’ll need this in future. It is actually for a particular opt-in promotion for getting items for free of
    charge. We shall use our computer program to search blogging sites everywhere online to discover our champ in 4 weeks time!

  67. It’s a pity you don’t have a donate button! I’d definitely donate to this superb blog!
    I suppose for now i’ll settle for bookmarking and adding your RSS feed to my Google
    account. I look forward to fresh updates and will talk about this website with my
    Facebook group. Talk soon!

  68. You don’t just throw out a net and pull up everything that gets into it.
    You can manage multiple social media accounts as well as schedule tweets for the future, view tweets, direct messages and more from the people
    you follow. Now, I’m not saying you should become a telemarketer and go through your phone book
    calling everyone in your metropolitan area or small
    town shouting praises about your new venture’but you might want to look into some
    of the traditional means for scratching up business.

  69. Hey there, I think your site might be having browser compatibility issues.
    When I look at your blog site in Safari, it looks fine but
    when opening in Internet Explorer, it has some overlapping.
    I just wanted to give you a quick heads up! Other then that, amazing blog!

  70. Today, while I was at work, my cousin stole my iPad and tested to see if it can survive a thirty foot drop, just so she can be a net sensation. My apple ipad is
    now broken and she has 83 views. I know this is completely off topic but I had to share it with someone!

  71. You really make it seem so easy with your presentation but I find this topic to be really something which I think
    I would never understand. It seems too complicated and very broad
    for me. I’m looking forward for your next post, I will try to get the hang of it!

  72. San Antonio taxpayers pay far more in road taxes
    than they get back from the state. Their improved communication was
    something viewers thought they would never see.
    While not the cover man he was, Winfield is still serviceable
    at nickel back and remains one of the best tackling corners in football.

  73. This exercise program is applicable to any or all the industrial training qualification, drinks certificate, qualified and professional bar workers, personal
    license training etc. Ask Metal Stamping Experts About the Best
    Feed for Your Application. These rooms often contain expensive materials or equipment as well as dangerous or harmful chemicals.

  74. Providing you are a Director or employee of a company, these payments are an allowable deduction against
    the Corporation tax liability of the company.
    You also need to choose a professional domain host.

    Most limousine companies have a fleet of vehicles of all shapes and sizes.

  75. So unlocking it would give you considerable advantage
    over a phone that you are using under contract with some
    carrier. Web pages render much quicker as well and
    there is no lag or slowdown when loading apps and navigating menus.
    One of the most common screens anyone sees on the i – Phone is the
    slide to unlock screen.

  76. I have just designed computer program that are able to actually scrape appropriate contents of a topic (and even the topic your internet site is focused on) from the search engines to create large
    100% copyscape passed content. You are wanting to examine it?

  77. Please let me know if you’re lookin for a article
    writer for your weblog. You have sone really grreat posts andd I
    think I would be a good asset. If you eveer want tto take some of the load off, I’d
    really like to write some material for your blog iin exchange for a link backk to mine.
    Please shoot me an email if interested. Thanks!

  78. Hello, I think your site might be having browser compatibility issues.

    When I look at your blog site in Ie, it looks fine but
    when opening in Internet Explorer, it has some overlapping.
    I just wanted to give you a quick heads up! Other then that, awesome
    blog!

  79. During the meetings that follow, as you work together with
    the rabbi, with his or her guidance, things should gradually gel and fall into place.
    A wedding dress a line is the perfect type of dress that a princess should
    wear. Whenever it is possible, try to get several services
    from the same company.

  80. Grateful, she’ll perhaps you have tell Jeni that she’s been released from her ice troll duty.
    Japan is large economy however, and you will realize that there are dealers in pretty much everything it is possible
    to think of. He then causes it to be for a competitor’s website that
    is more than happy to trade him widgets in a fair price.
    This is often a mistake again that inexperienced editors make
    while making some web pages. Homes will produce coins after a while but
    not around the lenders within the game. Blogging
    can be a great method to improve your website’s popularity within the big search engines.
    Loans for DSS Benefit people could be secured from the range between.

  81. This can be in part simply because persons of most ages is usually concerned in addition to people tend to be delivered collectively by
    simply this kind of. Usually someone whom shows their own dislike intended for megapolis megabucks
    gratuit could possibly be deemed a great outcast. Somebody
    may well believe comment tricher sur megapolis would have been a undesirable subject for
    you to guide some sort of advertising campaign using,
    but in simple fact while using interpersonal along with environment impact can be features,
    this subject was able to attain a lot of fans.
    Some players are against all kinds of cheating in games, since they feel it ruins the feeling, while others say they will be able
    to play a casino game nevertheless they want.

    Watch for match of the yr editions of important titles. Accumulated
    wastes in the body can lead to dropsically legs, fatigue, and even disharmony of the body when metabolism doesnt work well.
    Usually, megapolis megabucks gratuit could well be considered
    to don’t have a affect on your economy, yet right now there are
    in fact a few outcomes. That is why feet swell and socks are stained when tired.

    KJIs income mostly comes from exports and demonstrated a splendid achievement of 400
    million dollar in 2009. Now, With the new amazing feature added
    to Megapolis Cheats you do not need to waste your time playing for many hours and you do
    not have to spend your hard earned money just to buy Megabucks or any in game purchases.

  82. If you forgot a snack or drink you can always grab them here.
    He also lectures frequently on a national basis, including speeches before the American Law Institute – American Bar Association (ALI-ABA),
    the International Forum, the Association for Advanced Life Underwriting (AALU), the Million Dollar Round Table (MDRT),
    and numerous life insurance companies, brokerage firms
    and trade associations. Food sources are chicken, fish, veal, certain cereals
    and liver.

  83. Therefore, we springfield illinois mosser’s shoes view them as
    first priority. For a slightly damp cloth. Since these shoes gives you information about the quality and Italian shoes, you shoe.

    But the shoes for races, will find that your shoe,
    but there are exceptions.

  84. Vitamins are classified into different groups alphabetically, according to
    their chemical structures and their ingredient
    elements. Of particular importance to athletes are
    Vitamin D, several B vitamins, Vitamin C and
    Vitamin E. Swallowing them with a small amount of water, this will make the pill go down a lot
    faster and easier.

  85. Hi there, just became alert to your blog through Google, and found
    that it’s truly informative. I’m gonna watch out for brussels.
    I will appreciate if you continue this in future. Numerous people will be benefited from your writing.

    Cheers!

  86. Woah! I’m really enjoying the template/theme of
    this site. It’s simple, yet effective. A lot of times it’s tough to get that “perfect balance” between superb usability and appearance.
    I must say you’ve done a amazing job with this. In
    addition, the blog loads very fast for me on Safari.

    Outstanding Blog!

  87. Great post. I was checking continuously this blog and I am impressed!

    Very helpful info particularly the last part 🙂
    I care for such info much. I was seeking this certain info for a very
    long time. Thank you and best of luck.

  88. Hmm is anyone else experiencing problems with the pictures on this blog
    loading? I’m trying to find out if its a problem on my end or if it’s the blog.
    Any feed-back would be greatly appreciated.
    online gambling no deposit casino bonuses best online casino roulette online casino slot games no deposit casinos best online casino gambling free slot
    machines online casino no deposit bonus internet casino gambling online online casinos with no deposit bonus casino bonus free online slot machines online casino bonus blackjack casino
    rules casino gambling online free casino slots with bonus rounds slot machines for sale online casino bonuses latest casino bonuses online casino gambling free online casino games with bonus rounds best online casinos for us players online gambling best casinos for online slot machines no deposit casino bonus casino blackjack no deposit casino bonuses online roulette game play
    casino

  89. Hello my family member! I want to say that this post is awesome, nice
    written and come with approximately all vital infos. I’d like to see extra posts like this
    .

  90. Normally I don’t learn article on blogs, however I would like to say that this write-up very forced me to try
    and do so! Your writing style has been amazed me.
    Thank you, very nice post.

  91. Excellent beat ! I wish to apprentice whioe you amend your
    web site, how could i subscribe for a blogg web site?
    The account aided me a acceptable deal. I had been a little bit acquainted of this your broadcast
    provided bright clear concept

  92. Pingback: Rashmi Patel
  93. Every weekend i used to pay a visit this web page, because i wish for enjoyment,
    since this this site conations genuinely nice funny stuff too.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s