Dez links para o pré-sal

É tudo nosso - ou assim esperamos
É tudo nosso - ou assim esperamos

Para o fundador do IPEA (Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas) e Ministro do Planejamento de Médici e Geisel (1969-1979) João Paulo dos Reis Velloso, no novo marco regulatório de exploração do pré-sal só duas preocupações são fundamentais: interesse nacional e longo prazo. Uma perspectiva que, assim como a do ex-ministro de Sarney e FHC Luis Carlos Bresser-Pereira, é pouco suspeita de ser governista: para Bresser, quem  da oposição critica o “cerne do plano” está se “identificando com os interesses das empresas petrolíferas internacionais”. Já na The Economist, uma receita mais tradicional: deixa tudo como está, e convida-se os bacanas de todo mundo para a festa. Quem sabe num arranha-céu em Dubai. No Financial Times, também o temor de que os investidores percam o interesse de entrar no que pode ser o negócio da década (e que, muito provavelmente, eles querem transformar no negócio do século, para dar bom dia com o chapéu alheio). Saudades, certamente, do Xá Reza Pahlevi. Ainda no FT, a íntegra da entrevista com a ministra Dilma Roussef. No site da CartaMaior, o discurso em que o presidente Lula conclama a população a participar do debate sobre o pré-sal (e o Guaciara topou). Para quem não sacou da missa o terço, uma explicação técnica didática sobre o pré-sal no site da Petrobras. No site da RedeTV!, Kennedy Alencar entrevista Sérgio Gabrielli, presidente da Petrobras (valeu, Alê!). E quem lembra da Petrobrax? Os tucanos não lembram, a torcida do Flamengo (e principalmente!) lembra. E, por último, o dernier cri de la mode: vista essa camisa.

12 comentários sobre “Dez links para o pré-sal

  1. É simplesmente bizarro o comportamento da elite brasileira, ela pode ter uma riqueza imensa em mãos que vai preferir dar tudo aos estrangeiros, prefere ser sócia minoritária do capital nacional a ser uma burguesia nacional de verdade.

    Isso é problema psicológico, falta de auto-estima, o tal “complexo de vira-latas” que a maioria do povo brasileiro já superou, mas se mantêm nas classes mais abastadas, eles não conseguem se vêr capazes de conduzir o país, tem que ter alguém pra mandar neles. Olha esse caso do Pré-Sal, uma oportunidade de ouro que eles querem desperdiçar dando tudo pra empresas estrangeiras, aí eles ficam com um caraminguázinho, torram tudo em produto de luxo e ficam se achando parte de uma aristocracia global.

    Se não fosse o Estado esse país não tinha saído daquele sistema econômico da República Velha, só o Estado faz alguma coisa nesse país, se formos dependermos do nosso “empresariado”, daqui a 50 anos vamos estar reclamando da competição desleal dos calçados fabricados na Etiópia e levando calote de fazendeiro do Amazonas…

  2. O capitalismo brasileiro vai ser o maior ganhador com o pré-sal. Não entendo o chilique antinacional até agora. Outro dia, o Cristovam Buarque, aquele-senador-que-quando-ministro-fez-lobby-pro-Maurício-de-sousa-e-devia-ter-sido-demitido-via-twitter(caso o acontecido fosse hoje), disse não entender porque o governo que apoiava o etanol agora fica alardeando o pre-sal. Na melhor das hipóteses ele não entende mesmo.
    Na cabeça dele, quem insiste em energias alternativas deve abolir o uso de combustivo fóssil. Por essas e outras que as vezes dá vontade de virar a cara e sair andando…

  3. E a Dilma num debate hein? Vai ser osso pra rapaziada.

    Apesar de certa dificuldade com o inglês, achei que o FT podia ter engrossado mais o caldo das críticas, tá muito no disse que disse.

  4. Vaguei pela Esplanada dos Ministérios enquanto uma dúzia de movimentos de esquerda e organizações sindicais descia em direção ao Congresso para um ato de solidariedade com o Governo Lula pela aprovação do sistema de exploração do Pré-Sal: quase todos vestiam uma bela camiseta com o histórico dito “o petróleo é nosso”… Pensei na tal “desmontagem da Era Vargas”… Enfim, tentei conseguir uma dessas camisetas pra mim, mas não rolou… Por isso, achei massa essa iniciativa da camiseta e já aviso que farei uma pra mim e outras pros amigos… Esse é um debate no qual será fundamental o grito da rua – e cadê nossa imprensa cobrando responsabilidade e continuidade da oposição, quando Serra e asseclas adiantam que a legislação do pré-sal poderá ser revista (quando, mesmo?)?

  5. Acho que já está na hora desse povo arrumar uma coisa melhor pra fazer do que ficar furando o solo do fundo do mar. Acho que eles deviam parar de ficar explorando a natureza dessa forma e arrumar meios de transformar o lixo em energia e combustível. (Se é pra querer uma coisa difícil…)E, se podem furar 6 mil metros atrás do precioso petróleo, podem descobrir meios melhores de reutilização que não prejudicam o planeta, podem despoluir o ar de São Paulo e o rio Tietê…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s