Se liga brou…

“Nos trilhos da paz, do gueto, da favela da periferia, eu não sou ele, sou ela …”

“Seu papo furado tá me deixando louca, mete o pau em mim, depois copia as minhas roupas..”

Xuxu, rapper de Juiz de Fora (MG)

A partir dos anos 90, os dois movimentos de contestação afirmação contracultural e juvenil mais importantes do Brasil foram o rap nacional e a Parada Gay. Pode-se dizer que um é o oposto do outro. Outros podem reclamar que  é uma coisa localizada de São Paulo. Acho as duas premissas erradas.

O orgulho de ser da periferia tem muito a ver com o sucesso dos Racionais, um grupo que tem fãs em qualquer biboca mais distante do Brasil. O rap nacional é a principal força musical das periferias no Brasil ( e nisso eu também incluo o funk).

Além disso, é uma das principais forças criativas da música brasileira atual. Os caras lançam gírias e trazem uma poética nova à canção brasileira.

A Parada Gay, de um jeito bem diferente, também vocalizou esse orgulho que até então era marginalizado. O evento anual reuniu pessoas de diferentes classes sociais, opiniões políticas e até preferências sexuais para celebrar uma cultura.

Graças a esse movimento, ser gay no Brasil hoje é uma coisa encarada com muito mais naturalidade e menos traumas.

A Xuxu celebra isso de um jeito muito legal. Divertida, feliz consigo mesma e contando a vantagem de ser magrela e pintosa. Gostei muito do vídeo.

24 comentários sobre “Se liga brou…

  1. Acho que rola uma atitude homofóbica no 1’51”…
    Todo apoio à Xuxu!
    Se o Radiohead não tem vergonha daquele som careta, por que Xuxu teria? 😛

  2. ah, como celebração e expressão acho massa. mas tá bem longe de ser um rap legal. bom mesmo tem o thig, o emicida, o funkero, e tem mais um montão, é só procurar

  3. Tem mesmo, o Thig é demais, o Emicida eu quero achar, mas em BH é impossível, e o Funkero eu nunca ouvi falar. Agora, tem um tal de Itamar Assunção que eu ouvi falar que era muito bom tb, né não André?

  4. Eu também, por isso o citei como exemplo. André, você que conhece o riscado, também devia escrever um texto sobre o Lakers, essa música e, sobretudo, suas participações geniais em todo o rap nacional.
    Lakers não, ALESSANDRO!

  5. cara, ele se pá é o cara que mais participou de discos alheios ne? boa, vou escrever sim, abs

  6. Lauro, sensacional a Xuxu!

    Copiei a moça no meu blog, com o devido crédito a quem me fez descobri-la.

    Muito legais os tópicos sobre a parada gay, parabéns, abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s