Quem salvará os palestinos?

2009119135631200734_8

Confira abaixo  um pequeno trecho do texto de Mark LeVine publicado pelo site da Al Jazeera e traduzido pelo sempre atual Amálgama. Para ler tudo, clique nos links acima.

Em janeiro de 2009, grande parte de Gaza está reduzida a ruínas; outros mais de 1.300 palestinos de Gaza estão mortos, além de no mínimo 13 israelenses.

A inutilidade da violência como estratégia para alcançar qualquer um dos objetivos centrais da sociedade palestina jamais esteve tão clara e tragicamente exposta. Também fracassou completamente a Solução dos Dois Estados que foi como que abortada já no início do processo de paz, há mais de 15 anos.

Nada faz crer que Israel apareça, depois dessa tragédia, interessado em oferecer aos palestinos um Estado territorialmente viável. (…)

Nessa situação, os palestinos estão diante de uma escolha: ou continuar a jogar, por ação e reação, conforme as regras israelenses e ver sumir para sempre seus sonhos de independência, ou alterar as regras da disputa e do debate, exigindo para eles os mesmos direitos de que gozam os israelenses em toda a Palestina histórica. (…)

A estrada é longa e dolorosa, não há dúvidas quanto a isso; mas mesmo depois que se dissipem as névoas da guerra mais recente, é difícil imaginar qualquer outro caminho que possa levar a um futuro de paz para a Palestina e para Israel.

* Mark LeVine é professor de História do Oriente Médio na Universidade da Califórnia, Irvine. É autor de Heavy Metal Islam: Rock, Resistance, and the Struggle for the Soul of Islam e Impossible Peace: Israel/Palestine Since 1989 (no prelo). Tradução do artigo: Caia Fittipaldi.

***

++ Ao mesmo tempo, Israel admite que usou armas proibidas.

++ E o Le Monde publica matéria sobre uma das armas testadas no massacre que já vitimou mais de 1,3 mil pessoas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s